Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Verbo Ser

Um blogue dedicada à exposição de alguns objectos que podem definir um verbo tão complicado como o verbo SER, relativamente à sua definição na personalidade de uma pessoa...

Um blogue dedicada à exposição de alguns objectos que podem definir um verbo tão complicado como o verbo SER, relativamente à sua definição na personalidade de uma pessoa...

O Verbo Ser

18
Out10

O egoísmo venceu?

O Verbo Ser

Para definirmos o Ser de uma pessoa temos, muitas vezes, de recorrer a adjectivos e a realidades características. Uma destas características pode ser o egoísmo.

Já muitas vezes ouvi especialistas afirmarem que “O egoísmo é uma realidade que nasce connosco e que se vai controlando ao longo dos anos.”. Ou seja, o egoísmo nasce connosco e, ao longo dos anos, vai diminuindo, por vontade nossa, vai sendo, por nós, controlado, através também da experiência de Vida. Hoje descobri que se calhar não é bem isto que acontece. Vou contar-vos o que me faz pensar assim:

Vinha eu, cansado, triste e pensativo, da escola, depois de 270 minutos enfiado em laboratórios, quando, na camioneta, me deparo com uma situação fascinantemente incrível – uma mãe, com dois filhos, um de mais ou menos quatro anos e outro com para aí dez, tinha comprado um saquinho de gomas para o filho mais novo e tinha acabado de ir buscar o filho mais velho à escola. O filho mais novo, criança muito jovem e inocente, tinha já só três feijões de gomas no saquinho quando a mãe lhe diz:

“- Dá um feijão ao teu irmão que ainda não comeu nenhuma goma.”

Prontamente, o mais novo pega nos três feijões que tinha dentro do saco e dá-os ao irmão, dizendo:

“-Toma lá os três que eu já comi muitos e tu não!”

Esperaria isto de muita gente, de um adulto ou de um idoso, mas de uma criança de quatro anos, se calhar, não!

Isto é uma prova de que Deus não cria o mal e de que o mal é a ausência do bem. Nós não nascemos com o egoísmo, nós é que podemos enveredar o caminho pelo qual queremos seguir. É isto que acontece!

Afinal, o egoísmo não nasce connosco, se calhar nós é que escolhemos tê-lo.

Ah, não se esqueçam que a partilha, por muito simples que seja, é das coisas mais fascinantes que se pode experimentar.

 

 

 

SEJAM, MAS SEJAM COM SENTIDO…!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D